Home do Rainha do Brasil Adicionar o site aos Favoritos Entre em contato com a escola Acesso Restrito
 
Clique para visitar o portal CIFA
Escola Nossa Senhora do Brasil
 
 
Hospital de Caridade Sant´ana

 

  Seja bem-vindo ao site do Rainha do Brasil

 

  Serviço de Supervisão Escolar
 

 

O Supervisor Escolar, nos tempos atuais, deve ter na ação diária a presença constante dos quatros pilares da educação.

APRENDER A SER é o desenvolvimento integral da pessoa, sua auto-estima, autodeterminação, auto-realização, sensibilidade, senso crítico, responsabilidade, espiritualidade e criatividade.

APRENDER A CONVIVER é a descoberta e a valorização do outro, respeito aos valores, a cultura, a não violência, a capacidade de administrar conflitos, ser solidário, receptivo, aceitar o diferente, valorizar a paz e o respeito.

APRENDER A APRENDER, prazer de conhecer, compreender, descobrir, construir, reconstruir o conhecimento, ter curiosidade, enfim é à busca do conhecimento onde ele se encontra.

APRENDER A FAZER é o desenvolvimento de competências e habilidades que levam ao uso adequado da tecnologia, sem esquecer das relações interpessoais e do trabalho em equipe.

As supervisoras da Escola de Educação Básicas Rainha do Brasil, baseadas nos valores e filosofia, que completam o indivíduo como uma pessoa singular e única a ser encaminhada a assumir sua própria personalidade, através da realidade cultural de que é herdeiro, do contexto social do qual participa e está chamado a modificar, assumem o desejo de fazer da Supervisão Escolar um fórum permanente de debates e avaliações no sentido de promover o crescimento dos setores, professores, alunos e conseqüentemente de mudanças positivas no processo pedagógico da escola, buscando uma unidade de trabalho. Para isso, é necessário que no ano de 2006 o trabalho esteja baseado na atuação, participação, cooperação, integração, interdisciplinaridade e flexibilidade.

"Hoje é preciso que os educadores estejam abertos ao novo, com os olhos voltados para o futuro, pois, possivelmente, o que nos poderá parecer exercício de ficção científica, para nossos alunos será realidade".

O supervisor deve estar atento às relações pessoais e adotar uma postura de problematizador no desempenho docente, assumindo com o grupo atitudes de indagar, comparar, responder, opinar, duvidar, questionar, apreciar e desnudar situações de ensino.

Este setor mantém uma relação de parceria com os professores, na qual ambos, politicamente, têm posições definidas, a partir das quais refletem, criticam e indagam a respeito de seus desempenhos como profissionais que trabalham numa instituição chamada escola.

Através da "Ação Interdisciplinar", as atividades surgem de forma a promover o diálogo, a reflexão e a comunicação entre o grupo, bem como o respeito pelos conhecimentos advindos do nosso senso comum e de diferentes áreas, possibilitando a obtenção de novos saberes, assim como a reelaboração e compreensão de conhecimentos anteriores, ou seja, assumir novos paradigmas necessários.

Faz-se necessário oportunizar condições que favoreçam o crescimento global e harmônico dos educadores e educandos, através do exercício consciente da cidadania, mediante sua integração ao contexto geográfico-sócio-político-econômico-cultural, em que se está inserido. Sendo assim é fundamental o nosso papel de mediador e observador para que, no momento certo, saibamos interferir e desafiar nossos educadores.

O trabalho de grupo é meta para favorecer as trocas, o confronto de idéia, estimulando o conflito construtivo e a participação de todos, promovendo o crescimento que só se efetivará se este trabalho contar com o apoio dos demais segmentos da escola (SOE, SOR, DIREÇÃO), tanto no contato direto, como na montagem prévia dos objetivos que queremos atingir.

Acreditamos que no trabalho, a vivência de valores e o prazer no que se faz é a mola-mestra para tudo o que se propõe, independentemente da área que se está dando ênfase.

A Supervisão Escolar de nossa Escola se propõem a:

      - Assegurar a unidade da ação pedagógica, buscando o aperfeiçoamento contínuo para obtenção dos objetivos propostos.

      - Conhecer a estrutura administrativa da Escola e do sistema de ensino, orientando os professores na dinâmica e funcionamento da Escola.

      - Elaborar pesquisas, sugerir métodos e técnicas de ensino apropriadas.

      - Orientar, acompanhar e avaliar o planejamento dos professores.

      - Assessorar a direção em assuntos didáticos-pedagógicos e de legislação didática.

      - Organizar e coordenar os conselhos de classe.

      - Participar das reuniões do conselho Técnico-Administrativo - Pedagógico e a quaisquer outras quando for convocado.

      - Realizar reunião com os professores, visando a análise do trabalho desenvolvido e o rendimento dos alunos para a reorganização da proposta de trabalho.

Buscamos:

      - Acompanhar o professor no planejamento de atividades diárias, tomadas de decisões, resoluções de problemas e revisão de conteúdos de forma interdisciplinar.

      - Instrumentalizar o professor na ação docente, avaliando os acertos e desacertos da prática, tendo como base referencial teóricos, visando o replanejamento.

      - Acompanhar os trabalhos de laboratórios e aulas especializadas, articulando-os com o trabalho de sala de aula.

      - Orientar e acompanhar os professores na elaboração dos instrumentos de avaliação trimestrais, estudo de recuperação entre períodos, exame final, avanços e estudos prolongados

      - Realizar o levantamento de dificuldades encontradas no desenvolvimento da proposta metodológica da escola, refletindo e buscando alternativas para a superação das mesmas com o grupo.

      - Registrar sistematicamente a sua práxis na Supervisão Escolar, bem como o trabalho pedagógico desenvolvido, incentivando o professor também a fazê-lo, utilizando os diferentes registros como instrumentos de reflexão, análise e construção do fazer pedagógico.

      - Organizar o conselho de classe, tornando-o um momento de avaliação reflexiva e mútua entre alunos, professores e direção.

      - Participar juntamente com a direção e Equipe-Técnica-Administrativa-Pedagógica, na organização das atividades a serem desenvolvidas durante o período de adaptação do novo professor à filosofia e proposta metodológica.

      - Garantir a unidade e continuidade do trabalho pedagógico, proporcionando ao grupo o conhecimento dos diferentes métodos e técnicas de ensino.

      - Acompanhar o cumprimento das normas expressas no Regimento Escolar, junto aos professores e demais segmentos da escola.

      - Desenvolver o trabalho da Supervisão Escolar respeitando a legislação vigente, calendário e demais planejamentos.

      - Promover a integração do grupo de professores, juntamente com o SOE (Serviço de Orientação Educacional) e o SOR (Serviço de Orientação religiosa), a fim de despertar atitudes de bom relacionamento, afetividade e sensibilidade, fortalecendo as relações dentro do estabelecimento de ensino, observando os princípios da ética profissional e o perfil do educador franciscano.

      - Contemplar o Projeto: Qualificação profissional;

      - Estudar a documentação de alunos novos na escola para verificar a necessidade ou não de adaptação e/ou reclassificação.

      - Acompanhar e assistir as atividades domiciliares de alunos incapacitados de assistirem às aulas, atendendo a legislação vigente.

      - Controlar a freqüência dos alunos conforme disposto em regimento e normas decorrentes da LDB.

      - Acompanhar o desenvolvimento dos projetos interdisciplinares.

      - Favorecer espaços para atender os professores nas suas necessidades individuais e/ou em grupos.

      - Colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade escolar.

      - Organizar grupos de estudos para ler e discutir assuntos relacionados com a educação e avaliação, com finalidade de aperfeiçoar o seu trabalho.

      - Priorizar a fundamentação teórico-prática com vistas a melhoria do ensino na construção da proposta pedagógica do corpo docente.

      - Incentivar o grupo de professores a buscar novas informações, atividades diversificadas e atualização na disciplina de atuação, aplicando os novos conhecimentos e técnicas, visando um ensino contextualizado.

      - Incentivar os trabalhos de pesquisas e as atividades de campo.

      - Estar em contato com as universidades para saber quais os cursos oferecidos, períodos de vestibular e pré-requisitos.

      - Organizar com os professores os simulados internos, acompanhar e divulgar aos professores e alunos, os simulados externos (os abertos ao público).

      - Integrar-se com o SOE para divulgar cursos, mercados de trabalho, organizando atividades que divulguem as profissões, dentro do Projeto de Orientação Vocacional.

      - Divulgar para a comunidade escolar a proposta pedagógica da escola.


OPERACIONALIZAMOS:

      - Favorecendo um clima agradável no ambiente de trabalho e no atendimento aos professores (grupo ou individual);

      - Fazendo reuniões com professores por séries ou disciplinas, com a direção da escola e demais setores.

      - Promovendo atividades em grupo ou individuais para estudo do Regimento Escolar, Plano Global, Planos de Estudos e demais normas.

      - Oferecendo seminários, palestras e reuniões de estudos além de fornecer material diversificado que instrumentalize o professor.

      - Realizando observações e registros para manter a unidade pedagógica coerente com a proposta interdisciplinar.

      - Visitando os laboratórios acompanhando os planejamentos e o desenvolvimento das aulas.

      - Dialogando permanente com os profissionais sobre relatos de experiências.

      - Acompanhando os registros dos professores nos diários de classe e demais documentos.

      - Construindo documento de registros para acompanhamento escolar;

      - Repensando de forma conjunta SSE, SOE, SOR e Direção, a prática dos Conselhos de Classe.

      - Participando na montagem do planejamento do Calendário Escolar, Plano Global e Projetos.

      - Montando cronograma das atividades realizadas nos trimestres;

      - Marcando datas para atividades ou passeios culturais.

      - Organizando, junto aos professores, os conteúdos e materiais necessários ao acompanhamento dos alunos incapacitados de freqüentar as aulas.

      - Fazendo o levantamento através dos diários de classe, informando a família e organizando atividades de recuperação da freqüência se necessários.

      - Acompanhando, avaliando e retomando os estudos de recuperação.

      - Realizando planejamento cooperativo acompanhando e avaliando o trabalho realizado.

      - Oportunizando aos professores palestras, debates, vídeos, estudos sobre qualidade no ensino, educação geral e avaliação.

      - Indicando livros, bibliografias para uma melhor fundamentação teórica.

      - Retomando em todas as reuniões e encontros a proposta pedagógica e alcançar subsídios para o aprofundamento.

DESEJAMOS QUE:

As atividades relativas ao Serviço de Supervisão Escolar serão consideradas satisfatórias se:

      - O trabalho pedagógico, da escola, atender as necessidades da comunidade escolar.

      - Os objetivos educacionais metodológicos estiverem de acordo com a proposta pedagógica interdisciplinar da escola.

      - A proposta de avaliação e estudos de recuperação cumprem a determinação da legislação vigente e as normas internas.

      - O grupo de professores receber o aprimoramento profissional.

      - A proposta de a interdisciplinaridade perpassar pelos diversos seguimentos da escola.

      - Houver registro e acompanhamento de que as atividades realizadas na escola são efetivadas.

      - A prática pedagógica for analisada e refletida, usando o replanejamento.

      - Existir integração e participação do corpo discente.

      - As atividades realizadas visarem o crescimento e promoção do aluno, visando sua aprendizagem.

      - Os conselhos de classe designarem linhas de ação e aprimoramento pedagógico.

      - As datas, calendários e horários previstos forem cumpridas.

      - As comunicações forem entendidas.

      - A iniciativa de participação e democratização das relações forem efetivadas.

      - O processo de avaliação for claro, objetivo e coerente com a proposta da escola.

      - No desenrolar das atividades existe um período para acompanhamento e avaliação das propostas estabelecidas para o ano, com registros dos objetivos alcançados e dos desafios a serem perseguidos. 

 
  



Clique e confira!

Clique e confira!

Clique e confira!

JUNHO



02 A 05 - Semana do Meio Ambiente

05 - Dia Mundial do Meio Ambiente

07 - Mostra Junina

10 - Superaula ENSB e ERB

13 - Festa de Santo Antônio (RECESSO ESCOLAR)

14 - Encontro de Educadores Franciscanos - Escola Menino Deus

19 - Corpus Christi

20 - RECESSO ESCOLAR

24 - Fundação da Congregação da Ir. Franciscanas Nossa Senhora Aparecida

24 - Dia de São João

29 - São Pedro e São Paulo

JULHO



....... 



Veja mais...

 

 Convênios

 

Veja mais

Parceiros Voluntários

Geraldo Santana

Biblioteca Digital Mundial

Jogo da Reforma Ortográfic​a

Parceria Faculdade IBGEN

Trabalhe Conosco

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja mais
Jingle Rainha do Brasil




Música Rainha do Brasil
 
ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RAINHA DO BRASIL
End: Rua Paulino Chaves, n° 262 - Bairro Santo Antônio - Porto Alegre - RS
CEP: 90640-200
Fone: 51 3223 3819 Fax: 51 3219 3446
Email: rainhadobrasil@cifa.org.br

Para melhor visualização é recomendável utilizar o Internet Explorer

cheap football jerseys classic football shirts cheap football shirts cheap football shirts cheap football kits Cheap England football shirts Cheap football shirts Cheap Ligue 1 football shirts Cheap Serie A football shirts Cheap La Liga football shirts Cheap football shirts Cheap football tops 70-243 test 70-414 test 70-466 test 70-331 test rolex wall clocks rolex clocks rolex wall clock rolex wall clock sale rolex wall clock rolex wall clocks MB2-703 dumps 70-411 dumps mb5-705 dumps 70-346 dumps 70-486 dumps 70-347 dumps windows 7 windows 7 key cheap windows 7 key windows 8 windows 8 key cheap windows 8 key buy windows 7 buy windows 10 where to buy windows 7 microsoft windows microsoft office MB6-700 OG0-093 646-206 EX0-001 70-413 buy windows 8 buy windows 7 office 2010 microsoft office 2013 windows xp Cheap football shirts Cheap France football shirts Cheap Germany football shirts Cheap Spain football shirts Cheap Italy football shirts Cheap football shirts rolex wall clock sale rolex wall clock rolex wall clock rolex wall clock Cheap football shirts Cheap football shirts
70-410 70-461 70-462 200-120 70-488 MB2-703 70-411 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 100-101 350-029 70-646 br0-001 sy0-201 200-120 70-488 MB2-703 70-411 MB5-705 70-243 70-346 70-486 70-347 70-480 70-483 70-414 70-466 100-101 640-554 70-331 MB2-701 70-467 350-001 700-505 640-911 70-489 700-501 70-458 70-341 70-464 70-680 74-335 350-018 70-687 70-457 70-465 MB6-700 70-413 350-029 820-421 70-342 70-460 74-338 MB6-871 200-101 70-484 400-051 70-246 70-496 74-343 MB7-702 70-685 98-349 70-247 70-332 300-206

Î÷°²¿µ½Üñ²ðﲡҽԺ Î÷°²ñ²ðﲡҽԺ Î÷°²ñ²ðﲡҽԺ À¼ÖÝñ²ðﲡҽԺ À¼ÖÝñ²ðﲡҽԺ À¥Ã÷ñ²ðﲡҽԺ ½¡¿µÒ½Ôº ñ²ðﲡÈËÄÜÓÃÕë¾ÄÖÐÒ½ÖÎÁÆÂð ¼ÃÄÏÖÎÁÆÑòñ²·è ÈçºÎ»¤ÀíÄÔÍâÉËñ²ðﲡ·¢×÷ ÖÎÁÆñ²ðï×îºÃµÄÒ©ÎïÊÇʲôҩ ñ²ðﲡ»áÒÅ´«¸øº¢×Ó ñ²ðﲡÄÔµçͼ¼ì²é½á¹û ¸ùÖÎñ²ðﲡ·½·¨ÊÇÔõÑùµÄ ÄÔÍâÉËñ²ðﲡ×î¼ÑÖÎÁÆÊֶΠ˯ÃßÐÔñ²ðïÄÄÀïÄÜÖÎÓú ÖÎÁÆñ²ðﲡ¶àÉÙÇ® ñ²ðïС·¢×÷Ôõô¼±¾È ñ²ðï´ó·¢×÷µÄÖ¢×´±íÏÖÊÇʲô ½á³¦°©ÖÐÆÚÄÜ»î¶à¾Ã θ°©¶à¾ÃµÄDZ·üÆÚ ·Î°©µÄ·¢²¡Ç±·üÆÚ ÉϺ£¿´µÄºÃ°©Ö¢Ò½Ôº ÖÐÍíÆڸΰ©ÈçºÎÖÎÁƺà ±±¾©ÄļÒÖÎÁÆÖ×ÁöÒ½ÔººÃ θ°©µÄÖÎÁÆÒ½ÔºÔõôÑù ±±¾©·Î°©×îºÃЧ¹ûÊÇÄļÒÒ½Ôº ±±¾©Ê³µÀ°©Ñо¿ÖÐÒ½Ôº רҵÖÎÁÆθ°©µÄÒ½Ôº »¼ÁËθ°©ÍíÆÚ°©Í´Ôõô ½á³¦°©ÍíÆÚËÀÇ°Ö¢×´ÊÇʲô ÖÎÁƷΰ©ÍíÆڱȽϺð취 ÄļÒñ²ðﲡҽԺרҵ Õë¾ÄÖÎÁÆñ²ðﲡ Ôõô³¹µ×¸ùÖÎñ²ðﲡ ÄÑÖÎÐÔñ²ðïÖÎÁÆ ÇëÎÊñ²ðﲡ¿ÉÒÔ³¹µ×ÖÎÓúÂð ÂýÐÔñ²ðïÔõôÖÎÁƺà ñ²ðﲡÔõôÖÎÁƲÅÄÜÖÎÓú ±±¾©×¨¿Æñ²ðﲡҽԺ ñ²ðïÆ«·½×î¹ÜÓõÄÓÐÂð ñ²ðï³ÔÎ÷Ò©¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðï¼²²¡¶à¾Ã¿ÉÒÔÖÎÓú ·Î°©µÄÖÎÁÆÄÄÖÖ·½·¨×îºÃ ·Î°©µÄÖÎÁÆÄÄÖÖ·½·¨Ð§¹û×îºÃ ·ÎÁÛ°©»¼ÕßÓ¦¸ÃÔõÑùÖÎÁÆ ·Î°©ÖÎÁƵÄ×îм¼ÊõÊÇʲô Сϸ°û·Î°©ÓÐЧµÄÖÎÁÆ·½·¨ÓÐÄÄЩ θ°©ÍíÆÚÈçºÎÖÎÁÆЧ¹ûºÃ θ°©ÍíÆÚµÄ×îºÃµÄÖÎÁÆ·½·¨ÓÐÄÄЩ ¸Î°©ÍíÆÚ»á³öÏÖʲôÑùµÄÖ¢×´ ±±¾©Ö×ÁöÒ½ÔºÄļҺà ·Î°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ¸Î°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ±±¾©ÖÎÁÆθ°©µÄÒ½Ôº ±±¾©Ê³µÀ°©Ò½ÔºÄļҺà ֱ³¦°©ÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©½á³¦°©Ò½Ôº ±±¾©ÖÎÁƷΰ©×îºÃÒ½Ôº ±±¾©Ö×ÁöÒ½ÔºÄļҺà ±±¾©·Î°©ÄļÒÒ½ÔººÃ ·Î°©µÄÍíÆÚÖ¢×´ÓÐÄÄЩ ʳµÀ°©ÖÐÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ±±¾©ÄÔ̱ҽԺÄļҺà ±±¾©ÄÔ̱ҽԺ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÅÅÃû ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ½Ôº ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÄļҺà ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÅÅÃû ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÄļҺà ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ С¶ùñ²ðïÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ±±¾©ÄļÒÒ½ÔºÖÎÁÆñ²ðﲡºÃ ñ²ðﲡÈ˲»ÄܳÔʲô ñ²ðﲡÈËÄÜÉúº¢×ÓÂð ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ½Ôº ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ© ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡ»áÒÅ´«Âð ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ¶ùͯñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ±±¾©ñ²ðﲡҽԺÅÅÃû ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ÖÎÁÆñ²ðﲡ×îºÃµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÈ˲»ÄܳÔʲô ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡµÄÔçÆÚÖ¢×´ ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ±±¾©Ö×ÁöÒ½ÔºÄļҺà ·Î°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ¸Î°©ÍíÆÚÄܻÄê ñ²ðﲡ¿ÉÒÔÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÈËÄÜÉúº¢×ÓÂð ±±¾©ñ²ðﲡר¿ÆÒ½Ôº ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðïµÄÒ½Ôº θ°©ÍíÆÚÄÜ»î¶à¾Ã ñ²ðﲡµÄÖ¢×´ ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÊÇÔõôÒýÆðµÄ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ±±¾©ÖÎÁÆñ²ðﲡµÄÒ½Ôº ñ²ðﲡµÄ×îÐÂÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡµÄÖÎÁÆ·½·¨ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ñ²ðﲡÈ˵ÄÊÙÃü ñ²ðﲡÈ˲»ÄܳÔʲô ñ²ðﲡ»áÒÅ´«Âð ±±¾©ñ²ðﲡҽԺ ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð Ô­·¢ñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð ÇàÉÙÄêñ²ðïÖÎÁÆ ¶ùͯñ²ðﲡÄÜÖÎÓúÂð